A importância da imprensa no século XIX

“A imprensa é o espaço onde acontecia tudo. Ela chega no século XIX com mais força com a instalação da Imprensa Régia em 1808. E ainda, a indústria impressa como um todo, não só os jornais, revolucionou a forma de comunicação do século XIX. Ali acontecia tudo.”

Cristiane de Paula Ribeiro

Quando Cristiane de Paula Ribeiro fala sobre a imprensa como um espaço onde tudo acontecia, ela não está exagerando. Conforme relata a doutoranda em História pela Unicamp, a imprensa não era apenas informativa, mas também um espaço para a difusão de obras literárias.

Escritores que fazem parte da história da literatura brasileira publicavam suas obras em formato de folhetim, deixando os leitores ávidos por novos episódios que eram acompanhados cotidianamente. Ao mesmo tempo, as informações sobre sociedade e política que estavam ocorrendo ao redor do mundo começaram a chegar ao conhecimento das pessoas no Brasil através da imprensa.

Quem não lia, também tinha acesso à informação. Cristiane de Paula Ribeiro reforça um aspecto de oralidade em torno da imprensa brasileira, já que ocorriam leituras públicas dos conteúdos publicados.

A pesquisadora Cristiane de Paula Ribeiro, que estuda questões de gênero, literatura e imprensa, trouxe um panorama esclarecedor sobre o assunto em entrevista ao Mulheres de Luta.