Adriana Friedmann

Adriana Friedmann é uma antropóloga que leva muito à sério o brincar.

Mestre em Educação e Pedagogia, Adriana Friedmann, também é Doutora em Antropologia.

O trabalho de Adriana Friedmann foi amplamente difundido em ONG’s, escolas, universidades, secretarias de cultura e saúde.

Em suas pesquisas, que acontecem desde o início dos anos 80, constatou problemas comuns a crianças que sofrem com as adversidades em seu entorno:

  • Crianças com depressão ou quadro de tristeza permanente;
  • Problemas no sono, oriundos principalmente pelo fato da criança viver com grande número de pessoas em um espaço reduzido;
  • Pressão escolar precoce;
  • Abuso sexual dentro do ambiente familiar.

Além disso, muitas vezes as crianças estão rodeadas de pais e professores despreparados. Devido à grande oferta de informações geradas pela globalização, esses responsáveis não se atentam às particularidades das crianças.

Possui vários livros publicados, entre eles Quem está na escuta, Linguagens e culturas infantis, História do percurso da Sociologia e da Antropologia da Infância, O olhar antropológico por dentro da infância, O desenvolvimento da criança através do brincar e A arte de brincar.