Feminismo

Epidemias e pandemias que marcaram a história

Grandes epidemias e pandemias marcaram a história da humanidade e dizimaram diferentes povos, atingindo o homem da Antiguidade à fase contemporânea. Em 430-427 a.C. a Peste de Atenas causou a morte de cerca de 35% da população. A Peste Negra (1347-1353), ou peste bubônica, dizimou cerca de 1/3 da população europeia, e com o passar dos séculos outras epidemias e pandemias também provocaram milhares de mortes. Mas também com o passar dos séculos, aprendemos a lidar com elas a partir da ciência.

Saiba mais »

Margareth Dalcolmo

A analogia é da médica pneumologista e pesquisadora da Fiocruz, Margareth Dalcolmo, um dos ícones da ciência brasileira no combate a Covid-19. Em entrevista ao Mulheres de Luta, Dalcolmo contou um pouco sobre sua história, percepções da saúde no Brasil e experiência como cientista durante a pandemia.

Saiba mais »

As festas juninas ao longo dos séculos

O São João é uma festa completa. Ele não é uma festa como o carnaval. No Carnaval você vai, você dança, você se diverte e acabou. O São João tem todo um conjunto de símbolos ali dentro (…) que é a comida típica, a comida de milho, as bandeirinhas, as quadrilhas, o forró,  o vestir, as brincadeiras.

Saiba mais »