Feminista, Graças a Deus!

BR_RJANRIO_Q0_BLZ_PES_HOM_FOT_0001_002_TTO.jpg

A jornalista Andrea Wanderley, editora do portal Brasiliana Fotográfica, falou ao Mulheres de Luta sobre a série Feministas, Graças a Deus!, que traz visibilidade à trajetória de mulheres que lutaram pela emancipação feminina no Brasil. Apesar de terem realizado grandes feitos e trazido contribuições à sociedade brasileira, a história dessas mulheres muitas vezes acaba sendo esquecida, e a série surge justamente para reverter esse esquecimento.

Para a valorização dessa memória, Andrea Wanderley e sua equipe pesquisaram fotografias no acervo da Brasiliana Fotográfica. O título da série veio em homenagem ao livro de Zélia Gattai, Anarquistas, Graças a Deus, e a ideia surgiu da pesquisadora Maria Silvia Pereira Lavieri Gomes que se propôs a escrever sobre Elvira Komel, sufragista, primeira advogada mulher do Fórum de Belo Horizonte e primeira eleitora do Estado de Minas Gerais.

Natércia da Cunha Silveira, primeira advogada do Rio Grande do Sul; Bertha Lutz, líder feminista e fundadora da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino de 1922; Maria Pestia, líder feminista e Maria de Miranda Leão, pioneira na participação feminina na política da região Norte, foram pesquisadas na série. Feministas, Graças a Deus! apresenta ainda a feminista Júlia Augusta de Medeiros, atuante no jornalismo e na educação do Rio Grande do Norte; a alagoana Almerinda Farias Gama, uma das primeiras mulheres negras na história do feminismo no Brasil; a sufragista e militantes das causas feministas Carmen Portinho e Mariana Coelho, autora de A Evolução do Feminismo: subsídios para a sua história.